Abrir popup
Poesias, Varginha-Terra do ET, BRICS, Dicas, Frases e Reflexões...

sábado, 11 de setembro de 2010

Ecos Poéticos - Charles Baudelaire



Todos trazemos dentro de nós reminiscências que carregamos ao longo dos anos. Ecos de trechos lidos ou ouvidos que ficaram gravados em nosso íntimo e que de vez em quando, ao sabor da sorte, disparam os gatilhos da memória, levando-nos a eras e lugares remotos já vividos e visitados.
Neste espaço eu trago alguns deles para sua apreciação.


Inaugurei os 'Ecos Poéticos' com Augusto dos Anjos. Estou voltando... Esta postagem traz mais um dos meus poetas 'malditos',  Charles Baudelaire com suas Flores do Mal. Perfume penetrante e avassalador. Escolhi a flor que considero bela, entretanto a mais suave. Baudelaire, um gênio das idéias, foi um dos precursores do Simbolismo e fundador daquilo que podemos chamar moderno em Poesia. Sua maneira de pensar a estética acabou por influenciar todo o cenário artístico. E o mundo ficou melhor depois dele...

Hino à Beleza



Vens do fundo do céu ou do abismo, ó sublime 
beleza? Teu olhar que é divino e infernal, 
verte confusamente o benefício e o crime,
e por isso se diz que do vinho é rival.

Em teus olhos reténs uma aurora e um ocaso;
tens mais perfume que uma noite tempestuosa;
teus beijos são um filtro e tua boca um vaso
que tornam fraco o herói e a criança corajosa.

Sobes do abismo negro ou despencas de um astro?
O Destino servil te segue como um cão;
semeias a desgraça e o prazer no teu rastro;
governas tudo e vais sem dar satisfação.

Calcando mortos vais, Beleza, entre remoques;
no teu tesoiro o horror é uma jóia atraente,
e o assassínio, entre os teus mais preciosos berloques
sobre o teu ventre real dança amorosamente.

A mariposa voando ao teu encontro, ó vela,
'bendto este clarão!' diz antes que sucumba.
O namorado arfante enleando a sua bela
parece um morimbundo acariciando a tumba.

Que tu venhas do céu ou do inferno, que importa,
Beleza! Monstro horrendo e ingênuo! Se de ti
vêm o olhar, o sorriso, os pés, que abrem a porta
de um infinito que amo e jamais conheci?

De Satã ou de Deus, que importa? Anjo ou Sereia,
se és capaz de tornar, - fada dos olhos leves,
ritmo, perfume, luz! - a vida menos feia,
menos triste o Universo e os instantes mais breves? 


Autor: Charles-Pierre Baudelaire
Paris 9-Abril-1821/31-Agosto-1867 
Crédito das imagens : vetorcultural.com - e -  J.A. Gueiros - oglobo.globo.com 
 Postado por Profex
Gostou desta postagem? Comente! Compartilhe! Envie para Alguém especial! 

4 comentários:

Malu disse...

E, por mais ardilosa que seja, todos desejamos para nós a beleza - esta que se curva para o bem e para o mal; que se divide entre Deus e o diabo; esta que se joga aos pântanos e penetra lívida, também, no Olimpo...
O que é a BELEZA, nada mais que o embriagar dos nossos sentidos que invade furiosa os olhos de quem a vê.
Beijinhos, Lindo

BLOG DO PROFEX disse...

Malu, esta dicotomia é própria da beleza. Resumindo: é preciso bem e mal, feio e belo. Não registraríamos o prazer se não houvesse a dor. Baudelaire colocou isso muito bem. Bjs.

Samanta disse...

Lindo poema, muito intenso !! Gosto muito deste gênero !
Além de vir apreciar seu Blog, vim agradecer sua presença no meu.
Ontem estava chateada com algumas coisas desagradáveis que ocorreram e tinha decidido até mesmo parar de blogar... Mas seu comentário incrível, inspirador e motivador me fez mudar de idéia !
Agradeço do fundo do meu coração e me sinto lisonjeada !
Um grande abraço !
Samanta

BLOG DO PROFEX disse...

Samanta, fico contente com sua visita e comentário. Que bom! E não pára não! A vida é cheia de ups and downs. Mas os elogios foram sinceros. Seu blog é excelente!
Abraços.

Formulário de Contato - Expresse sua opinião. Retornarei!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja as Postagens Populares do blog

Aguardo você por lá!...

Informação Importante

Este blog - O Blog de Poesias do Profex - anexa ou linka textos da internet preocupando-se em dar o devido crédito a eles e sua origem. As imagens, na sua maioria são do banco de dados do Google, conforme indico junto às postagens. Quem se sentir lesado por uma exibição indevida, por favor entre em contato para que eu possa atribuir os respectivos créditos; ou ainda, se for o caso, retirar das páginas a postagem ou imagem em questão.

Espero portanto que se um leitor tiver a pretensão de usar uma matéria (ou parte dela), um poema (ou um excerto dele), faça da mesma forma, dando o devido crédito junto à elas, sob pena de se fazer valer a Lei de Direitos Autorais.


E-mail: professorexpedito.radialista@hotmail.com
Some images used on the BLOG DO PROFEX are taken from the web via Google Images, if by chance you find any here who is registered and of his own, let me know that I will be happy to credit! Thank you!

.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...