Poesias, Varginha-Terra do ET, BRICS, Dicas, Frases e Reflexões...

sábado, 22 de dezembro de 2012

Sobre o Tempo III

A todos os amigos do Blog do Profex: Boas Festas!!!

Sobre o Tempo III

O Tempo parece um vilão,
uma inocente alegoria,
encravada em nossa mente.
Ao léu, distraídos, viajamos,
sem saber de nossa sina...
Há um combate invisível 
que em silêncio nos alucina.
Adiamos, sabotamos
deixamo-lo pra depois.
E é incrível a nossa ira
quando ele nos abate. 
Sentimo-nos então traídos, 
rezamos enfim pra Deus.
Olhamos logo pra cima 
buscando eventos no céu.
Só abrimos nossa mente,
quando já é tarde demais,
quando nos vemos perdidos,
sem nada esperar do depois.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Sobrevida


multidão se aglomerou diante da vitrine,
ávida  de riquezas mendigas, vãs promessas...
Cansada da lida, quer um natal cacau-show
pra sonhar quimeras e esquecer mágoas antigas!
É grande a pressa pois já soou o fim dos tempos:
uma nova era, quem sabe, pode ressurgir
para quem acredita, lá no fundo, num porvir!
Dá pra fazer uma inconfundível diferença
ao vestir aquele belo conjunto estampado
encontrado por acaso nas Pernambucanas!
Não é preciso ser mais criança para sonhar,
para ser tão feliz jamais se viu tantos meios,
a vida anda insana, mas repleta de cores!
Lê um livro de auto-ajuda e use um Renew.
Faz um leve back-up de todos os seus dados
e deixe o comercial da TV te encantar,
imagina-te como o destaque entre os amigos.
Na tela de cinquenta do Magazine Luiza
a ilusão inventa a magia numa Coca-Cola...

domingo, 2 de dezembro de 2012

Paradoxal


A vida tem, pois, seus pilares:
os segredos tão bem urdidos
são embrulhados em papel
disfarçados em mistérios.
Escassas possibilidades
de cruzarmos com a verdade.

O incrível hipnotiza as massas,
o inefável se esconde em fino véu.
O instável fica imperceptível.
Na mesma taça se misturam o mel
e o cruel veneno que imobiliza.
Tudo é possível, nada é provável!

Autor: Expedito Gonçalves Dias (Profex)
Escrito em 02/12/2012, em Varginha-MG, às 11:55 h
*Respeite os Direitos Autorais
(ilustração: google.images)

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Paixão É Muito Mais


Talvez essa não seja paixão, 
seja apenas a promessa
de uma diversão virtual.
Paixão tem que ter cheiro,
cor, tem que ter calor,
derreter de tão quente. 
Bem mais que digital,
tem que ser envolvente
e arrepiar o corpo inteiro.
Pra ser algo verdadeiro,
paixão tem que ser animal!
Autor: Expedito Gonçalves Dias (Profex)
Escrito em 28/11/2012, em Varginha-MG, às 17:05 h
*Respeite os Direitos Autorais
(ilustração: google.images) 

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Trem Noturno


A noite é este trem misto.
Pra mim que sou mineiro, 
ela é um verdadeiro enigma!...
Às vezes, negra, puro açoite, 
outras, eu digo, não é não!

domingo, 18 de novembro de 2012

Voltando de Pasárgada

Pedra Invejada - Lajinha    Mutum/MG
Vou-me embora pra bem perto,
tão certo vou, se volto não sei.
Não devo ao rei satisfação,
parto logo ao raiar da aurora.

Se aqui eu tinha tudo? Mentira!
Pira a cabeça se eu não for:
Cama eu não pude escolher
e a mulher foi só uma promessa!

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Pedra de Tropeço III

O poema a seguir é a terceira parte de um texto feito há um tempo atrás. É o fim de uma trilogia. Os dois textos anteriores você pode ver em:
Pedra de Tropeço  I - http://www.blogdoprofex.com/2012/06/pedra-de-tropeco-i.html - editado em 13 de Junho/2012
Pedra de Tropeço II - http://www.blogdoprofex.com/2012/07/pedra-de-tropeco-ii.html - editado em  27 de Julho/2012

É arco em ogiva, torre de catedral, máscara, magia,
retorta de alquimista, a terceira via; é a senda
dos que seguem seu caminho reto com firmeza,
dos que fazem da lenda pessoal seu alvo e sua meta,
mapa da infinita beleza no irresistível futuro,
o verdadeiro caminho, rosa dos ventos, estrela-guia...

Gerador de mundos e fundos, alto forno, atanor,
é o cadinho que cozinha o tão procurado segredo.
O sonho é o esboço que se consolida em pintura
formosa e transcendental, é ouro, canela e marfim,
é passo de dança ensaiado, bastidor, preparação,
é locomotiva que empurra, para-raios, aparato.

Vamos compreende-lo na dor do não-realizado,
no coração apertado, no sim que vira incerteza,
no fel do sentimento da falta e do premente vazio,
nas profundezas de um rio que não estava ali,
na boda não consumada, no virgem pavio perdido,
na escassez do bem tardio, na inflação em alta.

sábado, 20 de outubro de 2012

Sobra de Poesia

Somos privilegiados!
Todos os dias são nossos, claro, pois a alma do poeta está sempre em festa!
Temos o Dia Nacional da Poesia comemorado em 14 de Março.  Dia Mundial da Poesia, 21 de Março, criado pela UNESCO. E o Dia do Poeta no dia de hoje, 20 de Outubro, criado pelo Movimento Poético Nacional.
Como sou mineiro ainda tenho o dia 31 de Outubro, o Dia do Poeta em Minas, aniversário de Drummond e cada estado tem lá o seu! Pesquisem aí...
Que se inventem mais alguns pois a poesia tem de ser relembrada todo dia!
Não merecemos tanto, mas a alma se rejubila.
Parabéns a todos os Poetas!...
Puxei as próprias orelhas
passeando nas homenagens
do pretenso Dia do Poeta.
Velhas cópias sem novidade,
viagens sem destino certo,
extensos textos descontentes,
excertos sem pé nem cabeça,
inverdades e fingimentos,
rasgos de vaidades sem metas.
E algumas pérolas perdidas
vi em meio a lixo controverso.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Mandala


De repente minha voz se cala 
e eu me entrego ao silêncio.
Se instala no céu um desenho 
que me causa desassossego:
é imenso, bem definido,
com todo engenho e beleza.
Tem linhas de curvas sutis
e embutido dentro delas
com certeza, um segredo.
As estrelas iluminam o céu,
rubis e brilho de diamantes
formam este lindo cenário,
carmim sobre chumbo azulado. 
Nele a bela estampa se mostra,
composta de traço e mistério.

domingo, 7 de outubro de 2012

Divagações


Aconteceu assim: Navegando pela blogosfera encontrei um blog de um casal maravilhoso
Eles fazem 2 blogs e parei nesse, Esquinas dos Versos. . Depois de ler algumas postagens me envolvi no clima. E ao escrever o comentário foi saindo este poemeto/homenagem que ofereci ao casal que permitiu que eu fizesse essa postagem especial:
Ghost & Bíndi
Pinto o amor dessa união
num traço, num leve sinal.
Sinto o calor e a emoção
nesse leve som que eclode
numa nuvem de prata além
da dúvida e da certeza...

Uma ponte para o sideral,
um eufemismo meio brega
que ultrapassa os limites
do horizonte do bem e do mal.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Meus Poemas - Cavalgada

Cavalgo minha potranca.
De encontrar a verdade,
a vontade levo no alforge. 
Vejo sua crina branca
esvoaçando ao léu,
iluminando a escuridão.
Meia noite e meia ainda,
a lua cheia invade o céu. 
Como Jorge e o dragão
sinto a responsabilidade!
Coração bate mais forte
a noite é só uma criança!

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Pequenos Versos

elefante dormindo
CANTIGA DE NINAR ELEFANTE
Um verso pequeno feito às pressas
soa meio estranho, arranha o senso.
E sai assim quando penso às avessas...
No seu inverso ele não revela nada,
mas retraduzindo a estrutura,

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Fantasias

deuses da mitologia
Feche os olhos e me transformarei em brisa.
Da que paralisa o corpo e cataliza as alma,
se nos fazemos humanos.

Feche os olhos e me transformarei em rio.
Nele cabe o navio que nos levará ao porto
de forma segura.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Mais Branco Que O Pálido

beijo gelado
Pouco me lembro dos detalhes,
-são um borrão-, opacos e vazios.
A lua de janeiro, a brisa de abril,
as manhãs floridas de setembro...
eu digo, se vale pena confessar: 
nada daquilo parece de verdade!
E, o que lembro dói, é um castigo!
São tardios reflexos de uma luz
ou os acordes de uma canção
que caiu de moda ou nunca existiu!

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Dois Poemas: Versos Visionários e Soneto do Acordar

Versos Visionários
Meus versos não têm medidas.
São palavras deixadas num vão, 
à espera de solução e significados.
Leves e instantâneas, falam da vida,
de forma vadia e sem compromisso.

sábado, 1 de setembro de 2012

Esquinas do Universo


Ressoa no caos ambiente  o aviso da trombeta 
-o rugir da bomba,
 a despertar-me deste desconexo sonho.

O sol não faz mais sombra.
Na penumbra do universo
uma serpente alada faz sexo  com um medonho dragão.

domingo, 26 de agosto de 2012

Dicas úteis ou inúteis, mas sempre interessantes! Cap. 2

LINKS QUEBRADOS
Conforme prometido, aí vão algumas dicas que podem ser úteis ou não. Mas com certeza são interessantes!
Se você tem um blog, para que seja lido, é necessário alguns requisitos básicos para ser encontrado entre tantos outros. Se não sou um expert ou problogger ou especialista em SEO (Search Engine Optimization - no bom português: "melhoria para os motores de busca"), posso falar da minha pequena experiência de quase três anos cuidando deste blog. O que não me 'capacitou', mas proporcionou muita história pra contar...
E é disso que vamos falar nesta série de artigos.
Vamos lá: o SEO pode ser dividido em 2 partes. A que trata dos fatores internos e, outra, dos fatores externos.
Hoje, falaremos de um fator interno de SEO...
- link quebrado:
De vez em quando deparamos com um blog e nos interessamos pelo conteúdo, fotos e design. Uma beleza!
E o blogueiro, na boa intenção de explicar melhor seu post coloca um link. E ao se clicar nele - decepção!: surge uma mensagem de erro de direcionamento, tipo "esta página não existe", ou semelhante.
Veja só, os leitores viram um link quebrado e, com muita sorte, se um deles resolver avisar, você ficará sabendo! 
Além desse inconveniente de perder um leitor de vez em quando, o que mais poderia significar de ruim para seu blog ter alguns links quebrados?
Entre outras coisas - e não vamos nos alongar nisso -  posso dizer que perante a medida do page rank do Google você será prejudicado. Caso seu blog ainda seja novo, com poucas postagens, não tem tanta importância; mas se você gosta dele e os leitores também, ele provavelmente deve estar crescendo, certo? Isto já justifica buscar uma solução.
Mas como resolver isso?
Em primeiro lugar é preciso saber qual plataforma é utilizada pelo template do seu blog.

sábado, 25 de agosto de 2012

Dois Poemas: Pirraça e Deixem Minha Lira Soar

Pirraça
Amo assim, à toa, por impulso,
sem intento, de leve, numa boa,
como quem ama a lua e o vento.
E neste curso calmo da natureza,
não questiono por que seja assim
e não minto acerca do coração.
Mas, se encontro tempo, examino
a razão desse anelo que sinto.
Sento numa praça e volto no tempo
e percebo a razão do sentimento,
que solene desde a infância carrego,
talvez por necessidade própria.
Esta pirraça de menino carente,
ainda está presente, não nego:
vazou-me da infância e permanece.
Sei que amo, por apelo inapelável
dessa instância perene em mim!
Autor: Expedito Gonçalves Dias(Profex)
Escrito em Varginha/24-08-2010/ às 19:00 h
(Imagem do google)
Deixem minha lira soar
Apesar dos açoites da vida
todo dia libero o coração.
Deixem soar a minha lira
pois é na pauta desta melodia,
uma tira em branco no ar,
que alivio o meu sufoco!
Nela, uma a uma, coloco,
as palavras incontidas
que vazam pelo ladrão...
Autor: Expedito Gonçalves Dias(Profex)
Escrito em Varginha/25-08-2010/ às 11:00 h
(Imagem do google)

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Dicas úteis ou inúteis, mas sempre interessantes! - Cap. 1

DESAFIO SEBRAE
Dividir a experiência de blogueiro eu já tenho feito aqui ao longo desses quase três anos com meus amigos e leitores do blog!
Resolvi abrir esta postagem de dicas para poder compartilhar algumas informações que surgem na rede mundial e que me surpreendem! Não como blogueiro, mas como cidadão do mundo!
Às vezes indignado, às vezes feliz por ver que a internet é mais do que um local para troca de informação fria e mecânica muitas das vezes, mas que pode haver uma troca também de humor a cada movimento do mouse.
(Isto, claro, enquanto existir este pequenino hard-auxiliar. Do jeito que as coisas andam logo logo ele também será passado...)

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

O céu pode se abrir

Aguardo na sala de estar por um sorriso, 
ou uma pequena cumplicidade do seu olhar. 
Num estado de absoluta contemplação
espero um segredo, um aceno, um aviso.
Por fim, num segundo, vejo-te sorrir

sábado, 4 de agosto de 2012

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Pedra de Tropeço II

O poema a seguir é a segunda parte de um texto feito Há um tempo atrás, continuação de 'Pedra de tropeço I ' (http://www.blogdoprofex.com/2012/06/pedra-de-tropeco-i.html), 
editado em 13 de junho. A terceira parte será editada em breve.
Um ribeiro manso corre em serenos sobressaltos,
sem estardalhaço, se torna em baixo pequeno açude
e do  alto desce feito intensa e imponente cachoeira.
Mês a mês, ano após ano, a vida inteira exigente,
mas não entendemos, infelizmente seu feroz apelo.

terça-feira, 17 de julho de 2012

sábado, 7 de julho de 2012

domingo, 24 de junho de 2012

Ô Mulher Difícil!...


Ô mulher difícil!..

Se eu fosse eletricista, por certo eu não seria
o seu profissional requerido; estaria aquém,
provocando curtos  com a chave de fenda!

Se eu fosse artista sei que não lhe agradaria,
pois o filme você já teria assistido, também.
Teria que ser mais que Brad Pitt, uma lenda!

Pra ficarmos quites, ser poeta eu até seria:
rimar lé com cré, sem falso alarido, de forma zen.
Quem sabe assim você caia do salto e me entenda?!...

Continuo na senda, meu bem:
ser poeta é meu ofício
coloque na sua agenda!
Ô mulher difícil! - se aquieta!...
Escrito por Expedito Gonçalves Dias (Profex)
Em Varginha, 24-06-2021, às 20 h
Fonte:imagem do google.images
Mobilidade é a palavra de ordem! O Google, pensando nisso, lançou um serviço para que o seu site ou blog possa ser elaborado de acordo com os padrões de visualização nas novas interfaces de smartphones e tablets. Teste seu link e comece a repensar seu trabalho.
http://www.howtogomo.com/br/d/teste-seu-site/#gomo-meter

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Pedra de Tropeço I

Da Pedra de Tropeço
à Pedra Filosofal (1a. Parte)
Faz um bom tempo que queria postar este poema, mas era um pouco grande. Paciência!
Resolvi dividi-lo em partes...



Muitos não sabem que o sonho é a matriz dos universos.
Por isso traço em versos, sem nexo -e até medonhos-
uma explicação convincente que, no espaço da dúvida
que surja nas mentes, se encaixe um definitivo conceito.
O sonho é uma constante da vida, um efeito natural
das lidas, contratempos e frustrações do dia a dia;
e embora o seu tecido seja sutil, diáfano e delicado
ele é de tal envergadura que perpassa tempo e espaço.
Vai além, passo a passo, sai em busca, irradia e atrai
os objetos de sua tessitura de forma tão concreta e definida,
como esta pedra cinzenta, em que me sento tão tranquilo.
Talvez eu seja um visionário, mas diga: quem não inventa?
Não é para distraí-lo que o faço, muito pelo contrário!
Fique atento ao encontrar a pedra do seu caminho 
tome assento, entre na dança e veja lá! - não tropece...
O sonho é persistente, ultrapassa as eras e estações
e prevalece além das crenças, previsões e tratados.
Desde os tempos de criança ele nos acompanha
a exigir com afã e frenesi o seu total preenchimento.
É preciso estar preparado para entender o sentido
e a força dos sonhos em cada fase da existência.
O ritmo ligeiro da vida não nos afasta do ponto.
Ele está sempre ali, descabido, mas silencioso,
iminente e pronto para se mostrar por inteiro,
aguardando a evidência de uma pequena atitude.
E, entretidos em nossa sonolência não notamos,
a sua real exigência e busca solene de concretude.
Tropeçamos na pedra e despertamos simplesmente!...

Escrito por Expedito Gonçalves Dias (Profex)
Escrito em Varginha,10/04/2008 às 21:43 h

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Síntese do Amor Sideral

(Explicação necessária: Este texto é uma síntese de um poema longo que eu havia feito e publicado neste mesmo blog - 'Faróis na Imensidão'. São duas formas de sentimento sobre o mesmo tema e espero que o leitor consiga entender que o poeta não abandona seus textos... - Profex)
Minha cama é uma nuvem estacionária,
tenho um disco-voador como abajur. 
Vivo além desta galáxia, no infinito, 
onde tudo se confunde com o azul.

Prá  você eu fiz meu verso mais bonito,
nele, a rima se confunde com a rosa. 
No equilibrio de uma corda imaginária,
digo em verso, o que eu já disse em prosa.

Neste mundo de robôs, sou muito antigo,
mas sei agora de onde vem a luz e a chama-
pois quem ama sabe o norte e sabe o sul
e celebra sempre a vida e não reclama.

As estrelas deste mundo que habito, 
têm um brilho diferente, sem igual.
São tão fortes quanto aquela do Egito
e iluminam  todo o espaço sideral.

Vem comigo correr  junto este perigo!
Na penumbra, sua luz é necessária ! 
E ao fazermos essas coisas de casal,
somos livres contra todos os tabus...

Minha cama é uma nuvem estacionária,
tenho um disco-voador como abajur !
Autor: Expedito Gonçalves Dias(Profex)
Reescrito em 17/04/92, em Lambari-MG, às 22 h                                     

EM TEMPO: Na última postagem falamos dos painéis televisivos da IN-Comunicação: É uma forma de levar a sua propaganda para o público certo, no lugar escolhido por você!... 
Faça um contato e peça a quantidade de painéis e os locais desejados: 
35 8833 5745 e 35-9893 8684                            

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Sob o Comando do Coração - Alquimia III

Aqueles rabiscos da velha agenda
guardada num canto da gaveta 
me ensinam a forma de um novo poema:
nem trágico nem inconsequente...
Anotações perdidas em pedaços de papel,
idéias a granel que se aglutinam
num raro e mágico momento!
Sendas abertas no editor em branco,
linhas que se juntam aleatórias, 
seguindo a ordem insana da mente.
Não há limites para o que escrevo:
falo de sorte, de medo e nirvanas,
de martírio, gozo e redenção...
Constatações e palpites sobre a vida
que, em ritmo lento registro,
num misto de prazer e delírio
Em voo livre o poeta se desliga,
se entrega à magia do escrever
tormento, martírio e treva se vão:
alquimia e transubstanciação...
E o coração comanda a tarefa,
pois há de haver sentimento!
Autor: Expedito Gonçalves Dias(Profex)
Criado em 20/05/2012 - Varginha, 23:00h
(Fonte da imagem: Google image:ultradownloads.com.br)
DICAS DO BLOG

Em Varginha e outras cidades do Sul de Minas existe uma nova forma de publicidade que vem ganhando força. 
Em lotéricas, lanchonetes, academias, etc,  surgiram os painéis televisivos. Colocados em locais estratégicos eles atendem a público-alvos diversos dando a tônica de um novo serviço de propaganda simples e de bom gosto que veio para ficar!
A IN-COMUNICAÇÃO, do amigo Cesar Tomaz de Paula tem soluções para o seu negócio e oferece seriedade e profissionalismo. Faça um contato: 8833 5745 e 35-9893 8684

Formulário de Contato - Expresse sua opinião. Retornarei!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja as Postagens Populares do blog

Aguardo você por lá!...

Informação Importante

Este blog - O Blog de Poesias do Profex - anexa ou linka textos da internet preocupando-se em dar o devido crédito a eles e sua origem. As imagens, na sua maioria são do banco de dados do Google, conforme indico junto às postagens. Quem se sentir lesado por uma exibição indevida, por favor entre em contato para que eu possa atribuir os respectivos créditos; ou ainda, se for o caso, retirar das páginas a postagem ou imagem em questão.

Espero portanto que se um leitor tiver a pretensão de usar uma matéria (ou parte dela), um poema (ou um excerto dele), faça da mesma forma, dando o devido crédito junto à elas, sob pena de se fazer valer a Lei de Direitos Autorais.


E-mail: professorexpedito.radialista@hotmail.com
Some images used on the BLOG DO PROFEX are taken from the web via Google Images, if by chance you find any here who is registered and of his own, let me know that I will be happy to credit! Thank you!

Últimas Postagens

.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...