Poesias, Varginha-Terra do ET, BRICS, Dicas, Frases e Reflexões...

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Pedra de Tropeço III

O poema a seguir é a terceira parte de um texto feito há um tempo atrás. É o fim de uma trilogia. Os dois textos anteriores você pode ver em:
Pedra de Tropeço  I - http://www.blogdoprofex.com/2012/06/pedra-de-tropeco-i.html - editado em 13 de Junho/2012
Pedra de Tropeço II - http://www.blogdoprofex.com/2012/07/pedra-de-tropeco-ii.html - editado em  27 de Julho/2012

É arco em ogiva, torre de catedral, máscara, magia,
retorta de alquimista, a terceira via; é a senda
dos que seguem seu caminho reto com firmeza,
dos que fazem da lenda pessoal seu alvo e sua meta,
mapa da infinita beleza no irresistível futuro,
o verdadeiro caminho, rosa dos ventos, estrela-guia...

Gerador de mundos e fundos, alto forno, atanor,
é o cadinho que cozinha o tão procurado segredo.
O sonho é o esboço que se consolida em pintura
formosa e transcendental, é ouro, canela e marfim,
é passo de dança ensaiado, bastidor, preparação,
é locomotiva que empurra, para-raios, aparato.

Vamos compreende-lo na dor do não-realizado,
no coração apertado, no sim que vira incerteza,
no fel do sentimento da falta e do premente vazio,
nas profundezas de um rio que não estava ali,
na boda não consumada, no virgem pavio perdido,
na escassez do bem tardio, na inflação em alta.

Quando a vertigem do vazio preencher tudo;
quando a falta for regra e não a exceção;
quando a letra representar menos que o traço;
quando o abraço for rejeitado pelo doente;
quando a serpente morder a própria cauda,
saberemos o valor do sonho e sua origem... 


Quando o chegar valer menos que o partir,
veremos que o sonho é pedra no caminho
que devemos recolher, examinar cada fresta,
polir com carinho, para fazê-la brilhar.
O que nos resta no fim da queda é o melhor:
é a certeza de que só há o recomeçar! 


A dor é a peça que a mente nos prega,
se tiramos dos sonhos a prioridade.
As coisas se renovam no caminho de volta:
A magia de se perceber toda a verdade
nos solta as algemas, liberta e alivia,
mesmo depois de um longo voo às cegas.

Descubro então que continuo a sonhar,
e que só desta sina não posso viver.
Mas que posso analisar, escolher, decidir,
pela sabedoria, o difícil caminho do meio:
o bem estar no servir e receber cada abraço!
E, sem receio ou medo de errar na rima,
substituir o traço por letras de alegria...
Autor: Expedito Gonçalves Dias (Profex)
Escrito em 02/11/2012, em Varginha-MG, às 07:30 h
(Fonte da Imagem: Google Images)

10 comentários:

Malu disse...

É necessário, sempre, polir os sonhos e deixá-los límpidos para avistar a realidade cheia de alegrias... só então, continuar a sonhar sempre, alternando sonhos e realismos.
Teremos então a alquimia desejada... o ouro mais valioso que é o equilíbrio entre as rimas das alegrias reais e ilusórias.

Adorei, meu querido!!
Beijinhos...

Expedito Gonçalves Dias disse...

Interpretação adequada, exatamente como eu vejo a questão dos sonhos, que é a nossa 'pedra no meio do caminho'.
Bjx, Malu!

Pedrasnuas disse...

Boa inspiração no "Sonho comanda a vida" de Gedeão!!! Interessante!!! :) Obrigada

Expedito Gonçalves Dias disse...

Pedras Nuas:> Menina, faz tempo que não aparece por aqui. De sonhos é tecida a vida! Abraços!

Beth Muniz disse...

"Quando a vertigem do vazio preencher tudo;
quando a falta for regra e não a exceção;
quando a letra representar menos que o traço;
quando o abraço for rejeitado pelo doente;
quando a serpente morder a própria cauda,
saberemos o valor do sonho e sua origem..."

Simplesmente adorei!
Sim, porque cada sonho tem a sua origem, mas não costumamos nos preocupar com ela.
Será que daí vem a explicação para não compreendermos porque alguns não se realizam?!
Um abraço poeta.
Fui!

Expedito Gonçalves Dias disse...

Beth Muniz:> Isso mesmo, amiga. O 'tropeço' é justamente esse: saber que nem todos os sonhos são realizáveis. Por que sonhamos sonhos de outros, muitas vezes, enquanto outros sonham os nossos.
Abraços, volte sempre!

bernar55 disse...

Oi Expedito.
Quem não sonha não vive o tropeço da vida.Ai daremos valor ao nossos sonhos.

Arione Torres disse...

Querido amigo, vim retribuir a visita, obrigada por seguir o meu blog. Já estou te seguindo.
Adorei conhecer o seu espaço. Parabéns, bela postagem. Tenha um ótimo final de semana, abraços.

Expedito Gonçalves Dias disse...

Bernar55 :> Por isso é preciso, apesarde tudo... sonhar...
Obrigado pela visita!

Expedito Gonçalves Dias disse...

Arione Torres:> Que bom que tenha gostado! Ótimo Findi pra você também!

Formulário de Contato - Expresse sua opinião. Retornarei!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja as Postagens Populares do blog

Aguardo você por lá!...

Informação Importante

Este blog - O Blog de Poesias do Profex - anexa ou linka textos da internet preocupando-se em dar o devido crédito a eles e sua origem. As imagens, na sua maioria são do banco de dados do Google, conforme indico junto às postagens. Quem se sentir lesado por uma exibição indevida, por favor entre em contato para que eu possa atribuir os respectivos créditos; ou ainda, se for o caso, retirar das páginas a postagem ou imagem em questão.

Espero portanto que se um leitor tiver a pretensão de usar uma matéria (ou parte dela), um poema (ou um excerto dele), faça da mesma forma, dando o devido crédito junto à elas, sob pena de se fazer valer a Lei de Direitos Autorais.


E-mail: professorexpedito.radialista@hotmail.com
Some images used on the BLOG DO PROFEX are taken from the web via Google Images, if by chance you find any here who is registered and of his own, let me know that I will be happy to credit! Thank you!

.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...