Poesias, Varginha-Terra do ET, BRICS, Dicas, Frases e Reflexões...

sábado, 30 de julho de 2011

Meus Poemas - Debaixo da marquise // Quereres II

Debaixo da marquise

Pareço tacanho, se te arranho em sua virtude,
mas o ciúme me atinge amiúde. 
E aí, me perdoe!-, sou puro deslize...
Se finge que não vê, é apenas gentileza, eu sei.
Fiz o que pude: queria ser mais light, 
desencanado, livre, leve e solto...
Mas ainda moro na incerteza.
Não me culpe por tão pouco,
crescerei, subirei mais alto, quero mudar.
Sei que sou inseguro, mas não demoro. 
Não estou sozinho debaixo desta marquise
e ainda não atingi o esperado porto.
Se pelos teus olhos vejo a luz tão necessária, 
irei ao cume, para rever o caminho percorrido, 
esse traçado louco, este palco em transição.
Nas idas e vindas, invernos e primaveras, 
desde quando nos vimos na estação,
eu tento e é isso, com certeza que importa.
Aproveitei o tempo, acelerei a nave, revi a rota:
de menino que era, amadureci os sentimentos.
Os atalhos e entraves, porteiras e cancelas, 
vão pouco-a-pouco se transmutando,
- por destino ou pura magia -, em coisas belas,
em gentileza, calmaria e menos alarido.
Em mel e neste céu com suas estrelas!

Autor: Expedito Gonçalves Dias (Profex)
Escrito em Varginha, 28-02-2002, às 22h


Quereres II

Uma alegria repentina, uma epifania.
Um texto enxuto, um enredo fácil,
um terço rezado em latim.
Após o último minuto,
um epitáfio feito em rimas.
Para nunca ser esquecido.
um busto talhado em marfim.
Mais que justo e merecida
uma sinfonia em Mi prima.
Digo por mim para saberes
que a esta altura já não minto.
Quero sua licença e também peço
um universo de póstumos leitores,
pois desde o berço o poeta
se complementa na leitura
e no sentir-se bem perto de quem o lê.
E me desculpe se pareço louco
por dividir este universo de desejos...
mas são bem poucos os quereres
e as loucuras de quem faz versos!

Autor: Expedito Gonçalves Dias (Profex)
Escrito em Varginha, 05-06-2010, às 19h


EM TEMPO 1:
Aqui no meu cantinho de Novidades/Curiosidades vou deixar hoje uma indicação do Jornal da Poesia que veiculo dentro deste blog. Pode ser que você ainda não tenha reparado.


Este talvez seja o maior projeto de poesia em Língua Portuguesa e sinto orgulho em direcionar meus leitores e seguidores para este embarque.
Depois volte e comente numa das postagens aqui do blog o que achou.
Desejo a todos uma feliz viagem!
é só clicar:
http://www.revista.agulha.nom.br/poesia.html
Agradeço a todos os integrantes desse trabalho coletivo. Ao Editor, Criadores... e aos Colaboradores, que como eu, vão difundindo suas páginas!


EM TEMPO 2:
Quero parabenizar a Samanta, a Sammy, do diHITT, pelo primeiro aniversário do seu Vida Real da Sam. Aqui está o selo que ela está oferecendo aos seus leitores, amigos e seguidores. Estou colocando-o na minha página 8, na galeria de selos e reconhecimento. Parabéns pelo excelente trabalho de blogueira. Sammy, você faz diferença na blogosfera!
Um grande Abraço!

domingo, 24 de julho de 2011

Meus Poemas - Eu gosto de rima

Buzz Buzz it !
Eu gosto de rima.
Daquela rima criança, sem compromisso, 
sapeca e cheia de emoção.
Daquela que intima -mais que rima- rima e meia, 
que se oferece e sufoca o peito.
Daquela que parte pra cima, 
e, sem nenhum pretexto ou intenção,
nos empurra pra dança  
e nos coloca no clima 
e nos deixa tontos 
e nos remetem ao espaço sideral.
Daquela que, sem querer, 
desobedece o compasso 
e quebra o ritmo do texto, 
mas pega o coração de jeito...
Eu gosto de rima e ponto final!

Autor: Expedito Gonçalves Dias
Escrito em Varginha, 06/07/2011, 22h
Fonte da imagem: www.dicasderoteiro.com


EM TEMPO:
Como Curiosidade do dia, deixo um vídeo hoje:
Uma série de vídeos no Youtube vêm chamando a atenção dos internautas. Trata-se de apresentações em praça pública com imagens em 3D para serem vistas sem óculos especiais, e criadas com tecnologia e parceria da LG. São projeções de trabalhos feitos através de computação gráfica que assustam, de tão bem feitas! 
Fica a dúvida: um dia poderão ser usadas para efeito de massificação e com outros propósitos, numa ilusão coletiva ?
Confira um deles aqui:





Agradecimento:
Agradeço à Gisa, do blog Ler, Escrever e Viver pelo gracioso selo.
Você poderá vê-lo, e ainda os demais que recebi, indo até à página 8 deste blog.


Até a próxima... 
Grande Abraço!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Meus Poemas - Filhos e Pais

Buzz Buzz it !
(Aos meus filhos e netos. Ao fundo, uma canção do Renato Russo...)

Quanto espanto  temos diante do mundo!...
Na idade da razão tudo  parece ainda tão novo, 
a nos ferir as retinas.
 Ao se afastarem nossos filhos, menino e meninas, 
o coração padece 
abre-se um espaço profundo para dúvidas, 
incertezas e esperanças :
Quando voltarão nossas crianças ?

O coração se ilumina  e diante das orações, 
o horizonte por certo se alarga .
Mas a distância é um açoite, 
os minutos se arrastam  no chão da noite incerta.
Há tempos, os sonhos vêm  e vão 
- uns, pesadelos; outros, não .
 Um deserto prolongado se instalou nesta casa 
e o encanto escapou por entre os dedos.
As portas foram abertas, os filhos ganharam asas 
e o futuro chegou mais cedo...

Tudo se repete. 
Como se não houvesse amanhã, tudo se repete.
Tentamos a mágica de um beijo 
e enviamos numa carta. 
Mas parece tão tarde...
Ilusão descarada!

A terra permanece no seu eixo, 
ali,  parada, displicente 
descarta qualquer atalho, no maior topete,
na maior desfaçatez.
Cada um tem  sua vez no baralho 
para enfrentar face a face sua própria razão.
Que assim seja, que Deus os proteja 
e os faça voltar antes das três.

É hora de marcar presença, 
gravar a imagem na Terra, buscar a certeza,
 a compaixão e a fortaleza 
daquela canção que ficou na memória.
É tempo de construir com um tiro 
ou uma flor a própria vida, a história.

 "É preciso amar as pessoas..."
-como se não houvesse saída, ser verme ou estrela.
Optar de vez por este ou por aquela, 
ganhar a guerra e fundar seu território de paz.
Como o filho que se rebela, ir até à esquina, 
repetir o estribilho : "como eles... jamais!".
Depois voltar -mente sã- vestido de perdão, 
aceitar a sina, colocar-se de plantão, 
como nossos pais.

Mais : como os pais dos pais dos nossos pais...
-capitulamos por fim numa bela manhã.

Pois, quando o sol  matinal bater novamente, 
abriremos de par em par a janela do quarto.
Apagaremos cada vela que acendemos; 
calmamente, secaremos cada lágrima vertida. 
Cuidaremos assim do corte e das feridas. 
Seremos fortes, nuvens contra o dragão, 
o bem frente ao mal, destino versus sorte...
Cada raio quente do sol será um novo parto, 
com certeza, a compensar  nossos danos,
buscando as soluções verdadeiras, 
ajustando o norte, remendando os panos, 
reparando, definitivamente, almas e corações ...

O mundo é assim, parece diferente, 
mas é sempre muito perfeito e igual.
e nem sempre estamos de partida, 
às vezes, por fim, também chegamos.
 À solidão é mestra dizendo a verdade crua,
sorrateira, sem piedade ou clemência.

Pais da incerteza, nem sempre constelação, 
às vezes, somos ilhas se ficamos tão sós,
 -os dois- desatando nós, ainda por um tempo,
  à beira deste lago  reluzente de saudade.

De repente é pura festa, todos juntos à mesa, 
que assim seja: pais e filhos em  profunda  harmonia!
Por que é domingo, sob o mesmo teto, em família, 
urge que aprendamos a grande lição da existência:
A vida continua, tudo pago, ninguém deve nada, 
o trem  permanece nos trilhos, tudo certo.
Após a macarronada, outra questão surge
- mas fica, portanto, para segunda:
Terão  nome  de santo  os  nossos  netos ?

Autor:Expedito Gonçalves Dias (Profex)
Escrito em 17/03/96 em Lambari-MG, as 23 h

 fonte das imagens google images: 
http://wirnalves.blogspot.com/2010/08/cafe-com-lenza.html;  http://celestefeliz.blogspot.com/2010/09/pais-e-filhos.html

Em tempo:
NOVIDADES E CURIOSIDADES
Como sempre coloco no final das postagens algumas novidades.
Pode ser que você tenha tido também curiosidade de como criar um blog em flash. Pois descobri este site legal que fornece os templates, a possibilidade de editar e também hospedar seu blog.
Vale a pena dar uma olhada:

Um Graande Abraço a todos.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Meus Poemas - Desfaço-Me Em Nada

Buzz Buzz it !


Tudo neste mundo sempre esteve por um triz:
paradoxos, percepções do tempo e do espaço,
verdades e mentiras, profundos toques de magia... 
e tudo acontecendo bem embaixo do nariz!
Mas posso dizer que a Sabedoria escontra seus eleitos
no gerúndio da vida, bem no meio da escalada.
Está amanhecendo e tenho mais um dia pra viver,
pois sei que só se caminha um passo por vez.
Nem tudo foi feito -Ah, não!-, estou sabendo,
mas Algo me diz que a missão foi cumprida:
Satisfeito, desfaço-me em nada por ser tão feliz!


Autor: Expedito Gonçalves Dias (Profex)
Escrito em Varginha, 30-06-2011, 23 h
Fonte da imagem:http://downloads.open4group.com/download/wallpapers/homem-desintegrando-7616.html


EM TEMPO:
Curiosidade do Dia!
Essa eu descobri nas minhas andanças na net e não garanto até quando pode funcionar...
Sabe aquele filme que você queria baixar gratuitamente no formato que encontrou na net (avi, rmvb, etc) e encontrou aquela página de cadastrar celular? Aí você tenta, se enrola todo e acaba desistindo?
Pois bem, tem um jeito de resolver isso. Veja como fazer:
Procure o filme, leia a sinopse, comente se desejar, etc. Depois clique no link de download dos servidores oferecidos pelo site e proceda como no exemplo abaixo.
Eu procurei o filme CISNE NEGRO e encontrei. Fui no site(não importa qual seja: neste exemplo, http://reidodownload.net/2011/05/cisne-negro ) e encontrei três servidores MEGAUPLOAD, Fileserve e FileSonic, para efetuar o download. Optei neste exemplo pelo MEGAUPLOAD. 
Aí, ao clicar apareceu a página de proteção com aquela coisa de cadastrar celular, como se vê abaixo:
http://www.reidodownload.net/redirect/download/?url=687474703a2f2f7777772e6d65676175706c6f61642e636f6d2f3f643d4f415039454d4757
O que fazer, então?
1-Copie a parte em azul. (Coloquei em vermelho a parte que deve ser esquecida).
2-Abra este site www.desprotetor.com e cole este segundo código do link no local indicado no site.
3-O site gerará um link automaticamente.
4-Clique nele.... e seja Feliz!


Um grande abraço a todos!

Formulário de Contato - Expresse sua opinião. Retornarei!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja as Postagens Populares do blog

Aguardo você por lá!...

Informação Importante

Este blog - O Blog de Poesias do Profex - anexa ou linka textos da internet preocupando-se em dar o devido crédito a eles e sua origem. As imagens, na sua maioria são do banco de dados do Google, conforme indico junto às postagens. Quem se sentir lesado por uma exibição indevida, por favor entre em contato para que eu possa atribuir os respectivos créditos; ou ainda, se for o caso, retirar das páginas a postagem ou imagem em questão.

Espero portanto que se um leitor tiver a pretensão de usar uma matéria (ou parte dela), um poema (ou um excerto dele), faça da mesma forma, dando o devido crédito junto à elas, sob pena de se fazer valer a Lei de Direitos Autorais.


E-mail: professorexpedito.radialista@hotmail.com
Some images used on the BLOG DO PROFEX are taken from the web via Google Images, if by chance you find any here who is registered and of his own, let me know that I will be happy to credit! Thank you!

Últimas Postagens

.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...