Poesias, Varginha-Terra do ET, BRICS, Dicas, Frases e Reflexões...

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Meus Poemas - Uai, Uai! (Raizes)

Campos cheios
e risonhos,
montes belos,
horizontes,
muitos sonhos
inda escondem
de permeio
nas gerais.

 Suas minas
cujas lendas
sem iguais
-eu suponho!-,
geram mitos
e contendas.
Criam ritos,
viram rima,
gritam (u)ais!
Autor: Expedito Gonçalves Dias
(Escrito em Lambari-MG, em 15-09-1989, 21h)
0028-Meus Poemas - Uai, Uai! - (crédito da imagem:www.integraminas.gov.br)

Meus Poemas - Palavras Ocultas


Dezenas de páginas borradas trazem-me o caos.
Paus e pedras, contrastes, Oriente e Ocidente,
pulam do jornal, misturam cenas de lixo e arte.
Vejo tudo torto, estranho, meio às avessas.
Tamanho mosaico confunde a mente incauta,
mesmo assim, tento decifrar o mundo num instante.
Busco algo importante, neste prolixo emaranhado,
uma pauta  que valha a pena, um reconforto.
Não acho: o poço é escuro, arcaico e sem fundo.
Estou atordoado, nada disso me interessa!

Esta notícia é pura falseta de um infeliz editor:
o repórter é capacho e o ministro desconversa.
Esta outra, fala do osso e esconde o corte na carne.
Desfilam ante meus olhos ávidos tanta novidade:
um novo golpe de estado numa republiqueta
ou uma surrada receita para emagrecer.
Um certo político imaculado traz a solução
-sem me conhecer-, para os meus problemas
e para as dores da nação...é de estarrecer!

Nada disso me satisfaz e continuo folheando.
Reviro as páginas, releio e quase desisto...
Mas eis que surge alguma coisa séria:
achei aqui, meio esprimido, o caderno infantil!
Nele não há miséria, trapaça ou fome,
não ha registro de governo que caiu.
Ao contrário, tudo é colorido e arejado.
Nele o teto inteiro do mundo se abre
e a imaginação, livre, ganha asas...

Vou fundo também nas palavras-cruzadas,
pinto todas as figuras sugeridas no roteiro
e sinto as cores da vida em cada traço.
Busco então os sete erros da paisagem.
Com esperança, vou além e encontro dez.

E, na busca da palavra oculta do quebra-cabeça,
-nesta pura viagem!, me torno criança outra vez...
Autor: Expedito Gonçalves Dias
(Escrito em 15-12-1976, não registrei hora)
0027-Meus Poemas - Palavras Ocultas! - (crédito da imagem:www.melhoramiga.com)

Formulário de Contato - Expresse sua opinião. Retornarei!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja as Postagens Populares do blog

Aguardo você por lá!...

Informação Importante

Este blog - O Blog de Poesias do Profex - anexa ou linka textos da internet preocupando-se em dar o devido crédito a eles e sua origem. As imagens, na sua maioria são do banco de dados do Google, conforme indico junto às postagens. Quem se sentir lesado por uma exibição indevida, por favor entre em contato para que eu possa atribuir os respectivos créditos; ou ainda, se for o caso, retirar das páginas a postagem ou imagem em questão.

Espero portanto que se um leitor tiver a pretensão de usar uma matéria (ou parte dela), um poema (ou um excerto dele), faça da mesma forma, dando o devido crédito junto à elas, sob pena de se fazer valer a Lei de Direitos Autorais.


E-mail: professorexpedito.radialista@hotmail.com
Some images used on the BLOG DO PROFEX are taken from the web via Google Images, if by chance you find any here who is registered and of his own, let me know that I will be happy to credit! Thank you!

.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...