Poesias, Varginha-Terra do ET, BRICS, Dicas, Frases e Reflexões...

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Síntese do Amor Sideral

(Explicação necessária: Este texto é uma síntese de um poema longo que eu havia feito e publicado neste mesmo blog - 'Faróis na Imensidão'. São duas formas de sentimento sobre o mesmo tema e espero que o leitor consiga entender que o poeta não abandona seus textos... - Profex)
Minha cama é uma nuvem estacionária,
tenho um disco-voador como abajur. 
Vivo além desta galáxia, no infinito, 
onde tudo se confunde com o azul.

Prá  você eu fiz meu verso mais bonito,
nele, a rima se confunde com a rosa. 
No equilibrio de uma corda imaginária,
digo em verso, o que eu já disse em prosa.

Neste mundo de robôs, sou muito antigo,
mas sei agora de onde vem a luz e a chama-
pois quem ama sabe o norte e sabe o sul
e celebra sempre a vida e não reclama.

As estrelas deste mundo que habito, 
têm um brilho diferente, sem igual.
São tão fortes quanto aquela do Egito
e iluminam  todo o espaço sideral.

Vem comigo correr  junto este perigo!
Na penumbra, sua luz é necessária ! 
E ao fazermos essas coisas de casal,
somos livres contra todos os tabus...

Minha cama é uma nuvem estacionária,
tenho um disco-voador como abajur !
Autor: Expedito Gonçalves Dias(Profex)
Reescrito em 17/04/92, em Lambari-MG, às 22 h                                     

EM TEMPO: Na última postagem falamos dos painéis televisivos da IN-Comunicação: É uma forma de levar a sua propaganda para o público certo, no lugar escolhido por você!... 
Faça um contato e peça a quantidade de painéis e os locais desejados: 
35 8833 5745 e 35-9893 8684                            

11 comentários:

renatocinema disse...

Amo poemas.

Hoje li um de Pablo Neruda e fiquei imaginando..........como alguém pode não gostar dessa forma de comunicação? como?

Dilmar Gomes disse...

Muito bom o teu poema, amigo Profex.
Um abraço. Tenhas um ótimo fim de semana.

Malu disse...

Belo!! Conheço-o na íntegra...
Um beijinho!

Clau disse...

Olá Profex,tudo bem?
Eu sempre imagino mesmo,que um poeta nunca
despreza seus textos.
Adorei a síntese do poema.
Um texto lindo de viver.
Bjs!

Dayse Sene disse...

Penso que nós poetas, somos bem assim "Vivo além desta galáxia, no infinito,
onde tudo se confunde com o azul."
E vou além...e também nessa galáxia, depois do azul...nos pintamos das cores do arco-iris, que por lá se encanta também.
Um dia lindo meu querido amigo.
Grande abraço.

Sissym disse...

Adorei amigo! Este poema é um convite para percorrer o perigo, eu acho que estou vivendo um amor assim: fora do mundo! Porque faz sonhar, levitar, escrever...

Beijos

urbanascidades disse...

O amor, fonte de inspiração dos poetas e dos loucos, e de todos nós um pouco. Ou muito, a dosagem é por conta do paciente.
Continue poetando, amigo, mas não expeditamente, todos os dias, amigo Gonçalves.
Abraços, Paulo Bettanin

Sónia M. disse...

Viver o perigo. Ousar abandonar o corpo a um amor sem tabus.
Gostei!

Beijo
Sónia

Maria Luzia Fronteira disse...

Lindas quadras convidativas a viver esse sentimento tão complexo e indispensável à vida...o amor...
Parabéns Profex

Luzia

Fúria da Natureza disse...

sensivelmente sensual; maravilhosamente sideral!!!

JUSSARA MARINHO disse...

Absoluto Amor. Encontro maravilhoso, mágico e encantado, onde só viver e sentir o Infinito é permitido.Felicidade é isto. Grata, Profex! Uma Imensidão do Coração , transbordando em versos absolutos! Show!

Formulário de Contato - Expresse sua opinião. Retornarei!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja as Postagens Populares do blog

Aguardo você por lá!...

Informação Importante

Este blog - O Blog de Poesias do Profex - anexa ou linka textos da internet preocupando-se em dar o devido crédito a eles e sua origem. As imagens, na sua maioria são do banco de dados do Google, conforme indico junto às postagens. Quem se sentir lesado por uma exibição indevida, por favor entre em contato para que eu possa atribuir os respectivos créditos; ou ainda, se for o caso, retirar das páginas a postagem ou imagem em questão.

Espero portanto que se um leitor tiver a pretensão de usar uma matéria (ou parte dela), um poema (ou um excerto dele), faça da mesma forma, dando o devido crédito junto à elas, sob pena de se fazer valer a Lei de Direitos Autorais.


E-mail: professorexpedito.radialista@hotmail.com
Some images used on the BLOG DO PROFEX are taken from the web via Google Images, if by chance you find any here who is registered and of his own, let me know that I will be happy to credit! Thank you!

.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...