Poesias, Varginha-Terra do ET, BRICS, Dicas, Frases e Reflexões...

quinta-feira, 24 de março de 2011

Meus Poemas - Carências e Urbana

Carências
Diante do açoite e por estar sozinho,
sem pressa de eco ou de porvir,
aboli o tempo e ele não mais amola.
A mente me conduz, por aí, indiferente.
E por não ter noção de perigo,
caminho nessa noite cheia de grilos...
Sei que peco por querer tão pouco.
Definitivamente, me nego a mentir:
minha pobre alma 'inda implora asilo;
meus ouvidos moucos pedem brisa;
meu coração duro, um aconchego...
E, a pele, uma inocente mão-que-alisa!

Autor: Expedito Gonçalves Dias (Profex) . Escrito em 22-08-2002, em Varginha, 22:30 h


Urbana
Pra quem falo no meu silêncio de pedra?
Pra quem peço socorro?
Depois da queda não há ninguém.
Não sai no jornal se estou vivo ou se morro.
Morro aos poucos, mas meu corpo vaga por aí.
Minhas contas ninguém paga.
Minhas roupas ninguém lava.
Minhas culpas ninguém assume.
Os ponteiros do relógio pararam à meia-noite.
Sigo em companhia dos grilos e dos remanescentes vaga-lumes.
Uma catedral além da esquina redobrou meus medos com seus sinos.
Uma grande coincidência.
Brutal, gigantesca... Indecente!
Ainda tento procurar as páginas perdidas de um diário.
Nelas havia colocado minha sina.
Um holofote de jardim projeta minha sombra num prédio.
Um fantasma pedindo clemência,
uma sombra dantesca num cenário fatal.
Vago pela rua.
Corpo em decadência. 
Alma nua, cuja inocência a lua levou com seu assédio.


(fontes das Imagens: Google)
Autor: Expedito Gonçalves Dias (Profex) . Escrito em 25-03-2011, em Varginha, 12:30 h
EM TEMPO:
MEME LITERÁRIO
Como sempre tenho de agradecer as indicações e carinho dos amigos blogueiros!...
Desta vez, que me coloca na berlinda é a ANDRÉA ÁVILA do blog Eu e meu medo.
Ela me convida para participar de um MEME Literário, indicada que foi pela Sam.
Os amigos que eu indicar deverão seguir os mesmos passos.
1-Ela  pergunta:
-Existe um Livro que você leria várias vezes sem se cansar?
Existe sim e leio sempre! Recarrego minhas pilhas lendo Mensagens de um Amigo, de Antony Robbins. Quem passar por situações limites e precisar de uma palavra de incentivo encontrará nessa obra. Nem sempre os amigos ou familiares conseguem trazer pra você, naquela hora, o incentivo e o 'realinhamento' de objetivos necessários como este 'livrinho' traz. No diminutivo, por carinho. Mas grande no seu conteúdo. É um dos meus livros de cabeceira. Está todo rabiscado, cheio de anotações, o coitado...


-Se você tivesse que escolher apenas um livro para ler pro resto da sua vida, qual escolheria?
Não seria um livro religioso. Talvez um bom e volumoso livro de Piadas. Ou de Poesia ou Contos. Ou de Curiosidades. Ou de Ficção Científica.... 
Mas, nada pesado, nem altamente filosófico. Bem light, seria. E como tenho de escolher, vamos lá. 
Sem esquentar muito, como sou mineiro, ficaria com Contos Mineiros. Uma feliz coletânea editada em 1984. Para me reencontrar com Aníbal Machado, Adélia Prado, Carlos Drummond de Andrade, Fernando Sabino, Paulo Mendes Campos, Otto Lara Resende, Wander Piroli, Murilo Rubião, Roberto Drummond e por aí vai... 
Ler os mineiros, sem bairrismo desnecessário, eu digo - é como tomar um sorvete num dia de sol daqueles, sentar num banco de praça numa tarde tranquila ou receber um abraço gostoso e inesperado da pessoa amada. Lava a alma e o corpo fica leve, flutuando...

-Indique 3 dos seus livros preferidos:
Fica fácil. Vou lá na mesinha de cabeceira buscar buscar. Peraí...


Eu e Outras Poesias - de Augusto dos Anjos. A minha edição não tem essa capa. Ainda é das antigas, sem ilustração, apenas com um 'EU', enorme em vermelho num fundo beje. Está encapado de plástico, pois vive sendo manuseado.A edição é a de número 31 e é de 1971.
Sobre Augusto dos Anjos, para os literatos, não é preciso recomendar nada. Mas para os novos eu recomendo. É simplesmente genial. Tanto o livro como a história desse poeta bissexto. Impossível ler Augusto dos Anjos e continuar sendo a mesma pessoa!






O Corpo Fala - de Pierre Weil e Roland Tompakow.
Foi o livro da moda nos anos 70 e continua atual. Foi lido pelas recentes gerações de artistas, de teatro, principalmente. Gostoso de ler, ele mostra, com hilárias ilustrações,  a verdade que as palavras não dizem. Mesmo que você afirme a alguém uma coisa com veemência, o corpo pode estar dizendo outra... 

Tem um mentiroso em casa? Descubra neste livro o que ele realmente está dizendo quando vem com aquelas palavras bonitas, ou vice-e-versa...


Zanoni - de Edward Bulwer Litton 
É um clássico da literatura ocultista que narra a saga de um mago, suas peripécias e seu romance tumultuado fantástico cenário da revolução francesa. O livro exerce um fascínio muito grande! É para ler e reler e reler...

E gostaria de citar outros livros pelos quais eu tenho verdadeira fixação. Um autor de dois deles foi citado pela Andréia: George Orwell, com 1984 e A Revolução dos Bichos.
E, peraí!!!...tem um outro livro que eu não encontro mais: 
Quem tiver e quiser arranjar um jeito de copiar e me enviar eu ficaria imensamente grato! Pois vejam só, por algum motivo não muito 'bento' - como dizia um padrinho meu - ele desapareceu até dos sebos! Até no  Google tá difícil! Não me lembro mais do autor. Robert C O'Brien'? - mas o título é: O Relatório Secreto do Grupo 17. Quem tiver um por aí ou souber de informações acerca dele, pode entrar em contato. Ficaria muito grato...

2-Ela  pede também para indicar 10 blogs:
(Fica bem claro que participa quem quiser, a escolha está sendo feita com  critério: reconhecimento e carinho, mas pode ser que a pessoa seja atarefada demais. O que seria uma pena...)
-Ler Escrever e Viver, da amiga Gisa
-Filosofia Ágape, da amiga Daniele Dalavecchia
-Cut Things For You, da amiga Viviane Borges
-Jefh Cardoso, do amigo Jefh Cardoso
-Alma Minha Alma, da amiga Nair Morbeck Sobrinha
-Sei lá, de Pedras Nuas
-(In)Percepções, da minha querida Malu
-Rimas do Preto, do amigo Sandro Honorato
-Calma, que estou com pressa!!, da amiga Lúcia Klein
-Coração entre palavras, da amiga Tecas

Agora é lá com vocês, que estou curioso!

3-E pede para não esquecer de mencionar quem indicou:
Mais um vez, um Grande Abraço à ANDRÉA ÁVILA do blog Eu e meu medo. 
Foi ela sim quem  me colocou nessa enrascada! Mas foi bom, não doeu nada!

38 comentários:

Kelly Christi disse...

olá moço, vejo q as poesias continuam belas como sempre, e sobre essas deste post ,com esse caos cotidiano que nos envolve, o caos dos sentimentos... gostei muito
Peço desculpas por não ter vindo antes agradecer o premio do cd, mas eu dei uma sumida de blogs devido a outras coisas que ando fazendo...

Van disse...

Carências sempre nos acompanham, por vezes as suprimos enquento outras tomam forma

Abraços Expedito

Graça disse...

Gostei dos poemas e adorava saber 'abolir' o tempo.

Também gostei de saber um pouco mais dos teus gostos de leitura.

Beijinho de boa noite.

Corretora Fatima Zanin disse...

Gostei muito das poesias, lindas,parabéns pelo meme também.
Abraço.

Samanta disse...

Olá Profex !!!

Belíssimas poesias !! As duas quase que se complementam , cheias de intensidade, e de conflitos e dor que só um Poeta consegue descrever com uma beleza que nos envolve, e isso você faz muito bem pois sempre que venho, é uma surpresa boa e marcante !!
também gostei das indicações do seu meme, acredita que deste não li nenhum ?? que vergonha né !! hehehe mas estão já anotados, aliás com estes memes, tenho sugestões de leituras por um bom tempo e este incentivo é incrível !!!
Um abração !!!

Administrador disse...

O CANIL FLOATING STARS está com filhotes disponíveis para reserva.
São filhos de Pais Campeões Brasileiros, Panamericanos e Gd. Campeões Brasileiros.
Filhotes próprios para Exposição de Beleza, dentro dos padrões exigidos pela CBKC/FCI.
http://floatingstarskennel.blogspot.com/
Email: floating.stars@uol.com.br
...MSN: floating.stars@hotmail.com
Fones: (48) 3369.3770 / 9155.5005

Tais Luso disse...

rsrs, estou meio perdida por aqui! Não sei se estou comentando no lugar certo, mas gostei muito do poema URBANA!!

Tenho o Augusto dos Anjos, com outra capa, também.É ótimo.
Adorei a fonte ao lado.

bjs, amigo.
Tais Luso

Ricardo Roehe disse...

Boa noite Amigo acabei de trocar a foto do link-me se quiser já esta disponível lá no http://maustratosaoidosodenuncie.blogspot.com
Forte abraço e Muita Luz em seu caminho.

Paulo Braccini disse...

Agradecendo e retribuindo o carinho da visita ... uma viajem mesmo poder navegar aqui por seus escritos ... um mar de emoções e sentimentos ...
Seguindo para voltar sempre ...

Bjão ao amigo Mineiro ... afinal eu tb sou né? uai!

ps: mexendo os pausinhos sempre ... kkkkkk

Vilmar Barros de Oliveira disse...

Visitar o seu blog, é sempre um gosto.
É um armazem de luz e sentimentos bons, que me fazem sentir em casa. Então entro tomo um bom café mineiro, desligo o tempo e leio teus escritos antes de começar o meu dia.
Grande abraço!

Secreta disse...

Gostei das tuas palavras :)
Os livros que mencionas, por acaso nunca li.

Verinha disse...

Primeiramente venho para lhe agradecer pelo encantador comentário em meu cantinho.. obrigada de coração pela sua participação!.. E é claro, não poderia deixar de vir aqui conhecer o autor [:)].. Gostei do poema "Carências", bem como as dicas de leitura.. fantásticas dicas!
Um grande beijo em seu coração..
Verinha

Luisa L. disse...

A solidão e as carências no meio da multidão, são sempre devastadoras.
Abraços!

Marly Bastos disse...

"Alma nua, cuja inocência a lua levou com seu assédio."
Que danada essa lua que encanta e seduz os enamorados da poesia e amantes dos versos.
Profundos e sensíveis os seus versos Expedito. Gosto de lê-lo, e por isso vou seguir-te.
abraços

tecas disse...

Boa noite, amei os dois poemas. «Urbana» e « Carências». Muito bons, são do José Egito Gonçalves, ou estarei confundida?
Não os conhecia. Se são da sua autoria querido poeta, desculpe a confusão.
Vi o meu nome, aí é que não entendi mesmo. É para eu visitar o esse blog? Quanto ao livro que procura, vou tentar aqui em Portugal ver se o encontro. Não tenho a certeza de o ter na minha biblioteca. Tenho mais de 8.000 livros e não ós tenho catalogados. Um disparate! Caso não o tenha, tento ver na biblioteca da Câmara da Maia e se o tiver peço licença para tirar fotocópias, caso não o permitam, procuro na Fnac e se lá o tiverem tenho imenso prazer em lho enviar.
Saudações poéticas

fábio siebra disse...

Profº.

Esses dois poemas se complementam com seus relatos da noite,com o facínio que ela representa com seus encantos e mistérios mesmo sozinhos e carentes.
Quando ao Meme eu só li o 1984 do George Orwell.

Um Abraço

Borboletas no Estômago disse...

gostei das indicações de livros...
adoro esse do Augusto dos Anjos

Z.A. Feitosa disse...

Obrigado muito, mestre! Que Deus o bendiga com muitos êxitos. Saudações e bênçãos. Z.A. Feitosa

Silenciosamente ouvindo... disse...

Sempre um prazer vir até
aqui.Desejo um bom domingo.
Bj.Irene

Vivian disse...

Bom dia, Professor!!

Belo e profundo os dois poemas!!
A carência, as vezes aparece para nos fazer companhia...
E com certeza vivemos numa selva de pedras!!
Beijos!!
Bom inicio de semana!!

José Sousa disse...

Olá!
Que bélo espaço e contiúdos escreves para nós, gostei muito, vou-te seguir!

Vai até aos meus blogues, principalmente no novo! Deixa lá o teu comentário.

http.transpondo-barreiras.blogspot.com

Um abração.

Gisa disse...

1º) Amei os poemas!
2º) Amei o Meme!
3º) Amo andar por aqui!
Muitos bjs e obrigada querido amigo. Já vou providenciar as respostas!

Nilson Barcelli disse...

Li vários poemas teus e, sem me referir a nenhum deles em particular, dado que é a primeira vez que te visito, gostei da poesia que fazes.
Parabéns pelo talento que aqui revelas.
E obrigado pela tua visita. Volta sempre.
Abraço.

Jefhcardoso disse...

Profex, obrigado por lembrar-me, amigo! Achei bastante interessante este formato de entrevista. Terei prazer em responder. Logo retornarei para que me oriente da maneira como posso proceder.

Abraço!

Anyele Matos disse...

Ahh, e como eu queria "abolir o tempo". Pena que ainda não consegui, só nas minhas viagens fantasiosas da ficção.

"Depois da queda não há ninguém."
E realmente, a solidão, o abandono são sentimentos que nos invadem por vezes.
Belos poemas, tem escrita de poeta.

Obrigada pela visita, volte sempre!
Grande beijo.

Nair Morbeck Sobrinha disse...

querido fico feliz por me indicar..mas já tive duas vezes a mesma indicação em ambos os blogs..poderá ver em postagens anteriores..Sugiro passar a honra para outra seguidora, seria mais justo!

Um beijo grande e uma semana de paz

Shalom

calma que estou com pressa disse...

amigo - nossa que pivilégo estar na tua lista -
e sou daquelas que se não tiver um livo para ler - eu piro - e passei isto para mes filhos - aqui em casa tem um arsenal de livros - que as vezes doo, carrego no carro - foi uma ideia que tive na ong coolmeia - distribuir livros por aí - estes dias mesmo um menino veio pedir dinheiro na janela do meu carro - falei que não tinha , mas tinha livro - aceita?
ele fez uma cara (cnfesso que não sei que cara era aqulea>acho que ele nunca tinha escutado esta frase) eu dei um livo para idade dele- tu acredita que ele saiu pelas ruas , cheirando o livro, abrindo , olhando, fechando de novo, fascinado - é ele tem fome de outras coisas tb-
bom vamos ao que tu me perguntou - porque eu falo demas -
eu leio sempre - marta medeiros - doidas e santas - e não me canso dele!
polyyana - eleanor h.poter - acedite - eu adoro e tento bincar do contente!
e adoro ler todos do Mário quintana e luis fernando verissimo , este últmo é minha linguagem -
e Martha Medeiros sempre falo que acho que scaneia meu cerebro , porque ela escreve o que eu gostaria de ter escrito -
ah e adoro livros infanto juvenis - o que cair na minha mao tô lendo - aqui em casa até no banheiro tem revisteiro(com livros e revistas da "super interessante" e mundo estranho>adoro)
bj
lu

Marinha disse...

"Carências" já fez valer minhas incurções pela blogosfera! Lindo!!!
Bjo e um iluminado início de semana.

Alô Bregaria! disse...

É verdade, essa relação de vendedores confiaveis e clientes satisfeitos é vantajosa para todos. Obrigada pela visita. Andarei sempre por aqui.
Att,
Carla Herbelly.

BLOG DO PROFEX disse...

>>> Kelly Christi :> Kelly, obrigado pelo comentário. Muito gentil de sua parte. Que bom que tudo voltou ao normal e posso contar com sua presença...

>>> Van:> Sim e elas são importantes. Nos impulsionam em nossas buscas.

>>> Graça:> E gostou do meu gosto literário?
Abolir o tempo: Conseguimos isso quando aliamos nossos desejos com o que dispomos no momento. Quando estamos satisfeitos com nossa condição e ainda procuramos mais, sem forçar barras, indo ao sabor da vida e do bem-estar.

>>> Fátima Zanim:> Brigadim, menina.É bom te-la por aqui. Um grande abraço!

BLOG DO PROFEX disse...

>>> Samanta ;> Esse tipo de interação é muito legal. As indicações nos despertam para leituras além daquelas as quais estamos acostumados. Grande abraço!

>>> Administrador :> Não tenho espaço para criar cães aqui em casa.Obrigado assim mesmo!

Meri P. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Meri Pellens disse...

Desculpe, errei, o perfil acima é fechado.

Enrascada? kkkk... Realmente alguns memes são mesmo rs...
Amei seus poemas, viu?
Beijo na alma, Expedito!

Pedrasnuas disse...

Gostei de tudo!!!Sobretudo dos poemas sentidos...

Um grande abraço

Carla disse...

Ola, depois de muito tempo entrei no meu gmail e vi um recado seu.
Me deparo com essa poesia sobre carência. É assim que me sinto, exatamente como as palavras da poesia. Admiro os poetas porque com suas palavras eles conseguem traduzir o que sentimos com coragem.

abraços

aqui o link do meu blog

http://precisomeexpressar.blogspot.com/

Van disse...

Querido Expedito, tem um agradecimento para você em meu post

Abraços!

Sandro Honorato disse...

Olá e ai como vai?
Grato por lembrar de mim no Meme.
Postarei brevemente.

Abraços e um otimo fim de semana

Cynthia Osório disse...

Os grilos da noite nos sugerem carências!

Formulário de Contato - Expresse sua opinião. Retornarei!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja as Postagens Populares do blog

Aguardo você por lá!...

Informação Importante

Este blog - O Blog de Poesias do Profex - anexa ou linka textos da internet preocupando-se em dar o devido crédito a eles e sua origem. As imagens, na sua maioria são do banco de dados do Google, conforme indico junto às postagens. Quem se sentir lesado por uma exibição indevida, por favor entre em contato para que eu possa atribuir os respectivos créditos; ou ainda, se for o caso, retirar das páginas a postagem ou imagem em questão.

Espero portanto que se um leitor tiver a pretensão de usar uma matéria (ou parte dela), um poema (ou um excerto dele), faça da mesma forma, dando o devido crédito junto à elas, sob pena de se fazer valer a Lei de Direitos Autorais.


E-mail: professorexpedito.radialista@hotmail.com
Some images used on the BLOG DO PROFEX are taken from the web via Google Images, if by chance you find any here who is registered and of his own, let me know that I will be happy to credit! Thank you!

.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...