Poesias, Varginha-Terra do ET, BRICS, Dicas, Frases e Reflexões...

sábado, 19 de janeiro de 2013

Cole Meus Cacos!




Leva contigo os meus restos num saco. Tu não sabes, mas são eles que te arrastam. Meus cacos são antigos, de material modesto, mas bem sei onde cabem e que te bastam...
Sei o quanto valem pra ti desde sempre que eu me lembre, desde o teu primeiro olhar!
Também a tenho comigo em grande valor.
Teu avatar dança em minha tela mental, tua silhueta gera um desenho encantador e, como num mudo carnaval fora do tempo, eu entro no mais profundo descompasso.
Teus passos de encanto me enlevam. Passo a gravitar por outros mundos...
Pare na esquina e perca-te em sonhos!
A miséria que te veste tem mais brilho do que qualquer vitrine consegue te mostrar.
Compartilho contigo a minha doutrina:
Acredito, sim, no amor incondicional, bendigo a sina de quem cria a beleza!
E, se ando bem atrás e ainda te persigo é que desconfio que colarás meus cacos, que de resto te pertencem por direito.
A arte nos transforma em parte da Beleza, interfere nas leis da vida e fluidez dos elementos.
A certeza justifica o aumento do calafrio, a palidez da pele e 

tremor dos meus membros, e de modo perfeito endossa este credo.
Esta riqueza, que é só nossa, tem um nome e faz parte 
dessa cola que, por certo, se chama... 
Amor!
Autor: Expedito Gonçalves Dias (Profex)
Escrito em 19/01/2013, em Varginha-MG, às 22:05 h
Ilustração: Google Images
(Respeite s Direitos Autorais)

7 comentários:

Malu Silva disse...

Bem, um poema recente, feito por alguém que sempre sente intensamente.
Eu gosto!!!
Beijinhos, Pê!

Expedito Gonçalves Dias disse...

Malu Silva :>Obrigado, Maluzinha. E parece que o gadget voltou a funcionar. Ainda bem!
Bjx!

janna disse...

Queria que pudesse ouvir o som dos aplausos que a ti dedico neste momento... Belíssimo texto... Amei!!!

Expedito Gonçalves Dias disse...

Janna :> Ouvi por aqui! Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Dalva Rodrigues disse...

Sabe, Expedito, acredito que a cola Amor no fundo só pertence a nós mesmos, no máximo projetamos nossas peças de arte para os apreciadores...ou não! Adorei a metáfora, todos nós somos cacos desse tal amor..inteiros, quebrados, colados...

Beijos!

Expedito Gonçalves Dias disse...

Dalva Rodrigues :> Sim. A metáfora segue por aí. Cola. e para se colar são necessárias duas partes ... sempre!

Victor da Silva disse...

Bom dia Expedito!!Relmente teu sentimento vem com força total...nas esquinas do amor tudo que vem de mais instigante,está colado em seu poema...esá colado em dois e em um...somos todos um!!!!!abraço

Formulário de Contato - Expresse sua opinião. Retornarei!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja as Postagens Populares do blog

Aguardo você por lá!...

Informação Importante

Este blog - O Blog de Poesias do Profex - anexa ou linka textos da internet preocupando-se em dar o devido crédito a eles e sua origem. As imagens, na sua maioria são do banco de dados do Google, conforme indico junto às postagens. Quem se sentir lesado por uma exibição indevida, por favor entre em contato para que eu possa atribuir os respectivos créditos; ou ainda, se for o caso, retirar das páginas a postagem ou imagem em questão.

Espero portanto que se um leitor tiver a pretensão de usar uma matéria (ou parte dela), um poema (ou um excerto dele), faça da mesma forma, dando o devido crédito junto à elas, sob pena de se fazer valer a Lei de Direitos Autorais.


E-mail: professorexpedito.radialista@hotmail.com
Some images used on the BLOG DO PROFEX are taken from the web via Google Images, if by chance you find any here who is registered and of his own, let me know that I will be happy to credit! Thank you!

.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...