Abrir popup
Poesias, Varginha-Terra do ET, BRICS, Dicas, Frases e Reflexões...

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Mande a Sua! - Vento e Semeadura

LEU? GOSTOU? COMPARTILHE!O texto de hoje foi enviado por Raquel de Moura de Varginha-MG, por e-mail, rackidri@hotmail.com 
Trata-se de um poema de uma extrema leveza.
Raquel, aqui a sua postagem!



 Quem observa o vento, nunca semeará...

Viver não é difícil, mas a gente complica.
Queremos entender tudo, saber tudo, 
ter a ciência e as ferramentas
e construir um mundo que, na realidade, 
está muito além de nós.
Cada dia que passa nos
surpreendemos com os acontecimentos,
como se não fossem previsíveis
e tentamos construir à nossa volta
a redoma que vai nos proteger 
e dar abrigo aos nossos.
O que acontece aos outros pode nos acontecer,
como o ar que invade cada narina
dos animais e dos homens e os torna iguais,
mortais e dependentes de uma Força Maior.
Essa realidade às vezes nos choca,
como se não fôssemos, cada um, 
o outro para um outro.
E ter consciência da vida, da sua fragilidade 
e beleza não deveria nos intimidar.
Cada dia basta a si mesmo
e se as dores de ontem continuam doendo no peito,
as possíveis alegrias do amanhã devem nos fazer olhar para
o momento presente e construir
com ele o melhor que podemos com as nossas mãos.
Precisamos viver agora como se o instante seguinte
não fosse  existir e fazer de cada momento o mais precioso de todos.
Precisamos dar de nós com a consciência que o que fazemos
ou deixamos de fazer fica enraizado
nos que prosseguem nosso caminho.
O amor, o ódio, a esperança e a desilusão
são sementes que plantamos.
O sorriso é o sol que oferecemos 
e o abraço o calor que abriga a vida.
Cada instante temos escolhas, cientes ou inconscientes 
e elas constroem o que somos ou deixamos de ser.
Quem observa o vento, nunca semeará.
Mas aquele que estuda seu coração e olha para o Alto,
esse possuirá campos imensos e nada lhe será recusado.
Deus ama ao que dá com alegria 
e oferece com alegria ao que ama.
Se tiver que deixar uma herança aqui na terra,
que seja esta:
o bem que você fez sem contar e sem escolher.
Somos todos sim, construídos do mesmo barro,
mas nosso coração se modela 
cada dia,
com cada lição,
cada porta que abrimos,
cada mão que oferecemos.
Autora: Letícia Thompson 
Se na sua viagem pelo ciberespaço você encontrou algo que mexeu com a sua emoção, ou com seus brios compartilhe! Se tem uma dica, utilidade pública, aquele poema ou artigo guardado na gaveta e gostaria de vê-lo publicado, mande pra cá. Você pode ajudar, enriquecer este blog ou tocar o coração de alguém! Envie pra mim, com a devida fonte, autor, etc.- e uma foto para ilustrar a postagem. E-mail: professorexpedito.radialista@hotmail.com. 
Gostou do assunto tratado aqui? 

Comente também! A comunidade do Blog do Profex vai agradecer, com certeza!
a partir de 19/08/10
-Postado por Profex

Nenhum comentário:

Formulário de Contato - Expresse sua opinião. Retornarei!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja as Postagens Populares do blog

Aguardo você por lá!...

Informação Importante

Este blog - O Blog de Poesias do Profex - anexa ou linka textos da internet preocupando-se em dar o devido crédito a eles e sua origem. As imagens, na sua maioria são do banco de dados do Google, conforme indico junto às postagens. Quem se sentir lesado por uma exibição indevida, por favor entre em contato para que eu possa atribuir os respectivos créditos; ou ainda, se for o caso, retirar das páginas a postagem ou imagem em questão.

Espero portanto que se um leitor tiver a pretensão de usar uma matéria (ou parte dela), um poema (ou um excerto dele), faça da mesma forma, dando o devido crédito junto à elas, sob pena de se fazer valer a Lei de Direitos Autorais.


E-mail: professorexpedito.radialista@hotmail.com
Some images used on the BLOG DO PROFEX are taken from the web via Google Images, if by chance you find any here who is registered and of his own, let me know that I will be happy to credit! Thank you!

.verificar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...