Poesias, Varginha-Terra do ET, BRICS, Dicas, Frases e Reflexões...

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Meus Poemas - Retalhos Coloridos

1-E os raios ainda cálidos da tarde, nos dá o tom, com a certeza de daqui a pouco se fará escuro.  Arde nas entranhas, um capricho bom, um desejo incontido: essa vontade de permanecermos aqui, sentados, observando tamanha beleza!..
...entretidos, entre tantos, passamos a entrever futuros...

2-Os corações se aquecem com essa melodia que ouço, preenchida pela voz eloquente de Norah.
Aquilo que desenhas com letras grafitadas, mostra um esboço que tento decifrar, com certeza. numa noite encantada sem grilos...
Para virar a mesa, procuro a senha na aquarela com que distribuis a cor e torço encontrar algo no escuro...
Mais que isso:
Selar um compromisso de derrubar os muros, um desejo de abrir a janela, de par em par, escancancarar...

3-"Todo abismo é navegável a barquinhos de papel..."
Paro para observar: a leveza das palavras de Rosa conseguem inventar barquinhos e sonhos etéreos. Solitários e depois solidários, por isso superiores aos eventos e inventos da natureza. Sobrevivem aqueles barcos que permanecem, e aprendem o desenho das ondas. Acabam por encontrar portos seguros. Materializam-se também os sonhos tecidos em Dor e Amor. 
Guimarães Rosa complementaria: "De sofrer e amar, a gente não se desfaz."

4-"Presenças, solidões que vão tecendo a vida, beleza perseguida a cada hora, para que não baixe o pó de um cotidiano: desencanto, beleza, entendimento, semelhanças... perseguidos a cada segundo, eu diria..."
Vejo, Menina, mistério em cada palavra tua. E sentimentos encriptados, também.  Ainda os decifrarei contigo, meu bem, saboreando um vinho amadurecido... 

5-A poesia é nobre, sem medida. E a alma é sua casa. Água torrencial ou chuva fina, é vento é lenha, é brasa, é vida..
Embora às vezes tenha, prescinde de métrica. Embora às vezes esbanje, dispensa rima.

6-Existem teorias de que o mundo surgiu de caldo caótico. É preciso desmantelar as estruturas para uma nova criação, sim. Um mundo novo surge do desconhecido. Mas, ainda, é mundo!
a partir de 03/10/10
-Autor: Expedito Gonçalves Dias (Profex)
(Escrito em Varginha-MG, em 01-10-2010, 22:00h)
(Crédito da imagem: artecharleschaim.blogspot.com)

5 comentários:

Malu disse...

Menino, conheço muito bem estes retalhos.
Eles compõem uma colcha muito pessoal e especial.
Bonitos fragmentos lançados a um Mundo que ainda é desconhecido... que ainda não é Mundo para muitos, mas que para mim já é um imenso PLANETA.
Beijinhos

Isa disse...

Passei pra desejar um final de semana com muita paz , saúde e alegria, aproveitando para agradecer a visita ao meu blog sabedorias.spaceblog.com.br. Ah! gostei do seu blog e já estou seguindo.

Com carinho
isa

Jackie Freitas disse...

Expedito, meu querido!
Uma linda colcha de retalhos você formou, meu amigo!
Ficou lindo!
GRande beijo,
Jackie

Judite disse...

Boa tarde, Expedito!

A poesia é algo que nos encanta em qualquer tempo. As palavras, quando sabiamente costuradas, nos tocam a alma.
Parabéns pela criatividade!

Nós, do blog Yehi Or, pedimos perdão pelo silêncio. Estivemos ausentes devido a problemas que nos tomaram muito tempo. Mas agora estamos de volta e ficaremos felizes com seu retorno ao nosso espaço.

Linda semana pra você.
Deus seja contigo.

Vera Alvarenga ... disse...

Olá Expedito! Vim ver aqui também os seus retalhos...ficou lindo! Gostei muito.
Só tive que espantar várias vezes este passarinho azul aí que ficou teimando em pousar no texto que eu estava lendo..rs......ele é bonitinho,mas teimoso...hehehe...
Abraço,Vera.

Formulário de Contato - Expresse sua opinião. Retornarei!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Veja as Postagens Populares do blog

Aguardo você por lá!...

Informação Importante

Este blog - O Blog de Poesias do Profex - anexa ou linka textos da internet preocupando-se em dar o devido crédito a eles e sua origem. As imagens, na sua maioria são do banco de dados do Google, conforme indico junto às postagens. Quem se sentir lesado por uma exibição indevida, por favor entre em contato para que eu possa atribuir os respectivos créditos; ou ainda, se for o caso, retirar das páginas a postagem ou imagem em questão.

Espero portanto que se um leitor tiver a pretensão de usar uma matéria (ou parte dela), um poema (ou um excerto dele), faça da mesma forma, dando o devido crédito junto à elas, sob pena de se fazer valer a Lei de Direitos Autorais.


E-mail: professorexpedito.radialista@hotmail.com
Some images used on the BLOG DO PROFEX are taken from the web via Google Images, if by chance you find any here who is registered and of his own, let me know that I will be happy to credit! Thank you!

.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...